Carga efetiva x carga nominal para lingas de elevação de cargas no modo “forca” e “cesto”

a) Carga efetiva (de uso) x carga nominal na cinta têxtil de elevação:

Carga efetiva é aquela que considera o “fator de uso”, ou seja, leva em consideração a forma de aplicação da cinta na elevação e movimentação da carga. Por exemplo, uma cinta de capacidade nominal de “Carga de Trabalho” de 1 ton (100%), se utilizada para elevação na forma Cesto (Basket), formando um ângulo β de 45º, terá uma Carga Efetiva de 1,4 ton (140%).

 

Já neste mesmo exemplo, se não tivermos este ângulo β ( 0 °), a “Carga Efetiva” será de 2 ton (200%). É o que chamamos de Cesto Paralelo (Basket), onde a “Carga Efetiva” tem o dobro da “Carga Nominal”.

Agora, se esta mesma cinta for utilizada na forma Enforcada (Choker), com este ângulo de inclinação β ( 0 °), teria uma “Carga Efetiva” de 0,8 ton (80%), pois o “fator de uso” cai para 0,8 da “Carga Nominal”.

b) Carga efetiva (de uso) x a carga nominal em laços (eslingas, estropos) de cabo de aço de elevação no uso “tipo enforcado”:

O ideal é o laço com gancho corrediço. Forjado em aço de alta resistência, tem um canal redondo para que o cabo possa deslizar. Fixa a carga evitando deformação e o desgaste do cabo, sem este acessório apropriado, o cabo poderá ser deformado permanentemente (marca de dobra) e deverá ser descartado após o uso. Opcional, mas menos eficiente é usar sapatilha ou manilha.

Enforcado (estrangulamento)

Enforcado (estrangulamento)

 

A capacidade de um içamento em laço é afetada pelo raio da curvatura, ângulo do estropo e pelo ângulo de aplicação da força no ponto do estrangulamento. Por estes fatos só devem ser feitos içamentos com “estrangulamento” com estropos especificamente concebidos para este tipo de içamento.

Nos içamentos com duplo laço enforcado a capacidade também é afetada pelo ângulo entre as pernas dos estropos. Por esta razão neste tipo de içamentos só se devem usar estropos concebidos para esforços angulares.

Quando utilizar o laço de cabo de aço (eslinga, estropo) tipo enforcado, jamais force o olhal para baixo, pois isto diminui o ângulo da eslinga, o que resulta no aumento da tensão aplicada, podendo causar danos a eslinga. O olhal deve estar o mais alto possível, o ângulo ideal é acima de 45°.

Laços de cabo de aço (eslingas ou estropos) utilizados na forma Enforcada (Choker), com este ângulo β ( = 45 °), teria uma “Carga Efetiva” diminuída de (70%) à (80%), para obter esta informação da diminuição da “Carga Nominal” deve-se consultar a tabela técnica do fabricante do cabo de aço que levará em consideração o tipo de cabo de aço, sua forma construtiva e o ângulo β ( real ).

É importante sempre proteger os cantos vivos para não comprometer a carga.

Esta entrada foi publicada em Artigos Quality Fix e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.